Louvação pascal a Maria

Nas Completas (Oração da Noite) da Liturgia das Horas, no Domingo da Páscoa inicia-se a antífona mariana “Regina coeli” (Rainha do céu, alegrai-vos). Como a antífona é vivamente pascal, penso que ficaria bom se na última missa do Domingo da Páscoa, quando se encerra o Tríduo Pascal, depois da oração após a comunhão e antes da bênção final, a assembléia ou parte dela recitasse o texto aqui sugerido, que contém não só a antífona, mas também a Ave-Maria, intercalada, com inclusões ainda por mim de texto de louvação a Maria.   Para facilitar, caso não seja possível a participação de todos, grupos de homens, mulheres, jovens e crianças, previamente convidados e preparados, que podem ser de duas pessoas ou mais, recitariam então no prebistério o texto, representando toda a assembleia celebrante. A antífona, como se vê, saúda Maria pela sua participação no Mistério da Paixão, Morte e Ressurreição do Filho, convidando-a a alegrar-se.

HOMENS - Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia!

MULHERES - Pois o Senhor, que merecestes trazer em vosso seio, aleluia,

CRIANÇAS - Ressuscitou, como disse, aleluia!

JOVENS - Rogai a Deus por nós, aleluia!

HOMENS - Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco!

MULHERES - Ó Estrela da manhã, aurora luminosa do grande amanhecer da paz! O vosso "sim" encheu o mundo de esperança; aos corações trouxe a alegria, e a Terra inteira conheceu a salvação de nosso Deus!

JOVENS - Sim, Maria, vós sois a rosa mais sublime do jardim de nosso Deus! Vida repleta de amor, amor que transborda bem-aventuranças. Por isso, junto do Filho amado, com quem vivestes intensamente o mistério da cruz, agora participais, neste crepúsculo de paz, da mesma glória da ressurreição!

HOMENS - Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre!

MULHERES - Ó Serva do Senhor, bem sabeis: todas as gerações vos chamarão bem-aventurada, pois o Deus altíssimo realizou em vós maravilhas do Amor eterno! De agora em diante, todas as vidas simples terão em vós um olhar sereno de mãe! Nas manhãs da esperança, ou no entardecer dos sonhos, todos os vossos filhos em vós encontrarão um sorriso acalentador!

CRIANÇAS - Mãe bendita, silenciosa e humilde, que guardais tudo no coração! Nós, crianças, na alegria, vos saudamos! Na infância de nossas vidas, queremos já um coração como o vosso: palpitando sempre no coração de Deus e vivendo, já aqui, segredos do céu! Ensinai-nos também a ouvir a Palavra de Deus e a pô-la em prática, pois não esquecemos vosso conselho materno: "Fazei tudo o que ele vos disser"!

HOMENS - Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte!

MULHERES - Rogai ao Deus da vida, ó sacrário vivo de nosso Deus, por todas nós, mulheres, principalmente pelas mães, muitas vezes feridas em sua dignidade! Tenhamos nós não um dia, de comemoração universal, mas uma existência de respeito, de veneração e de ternura! Jamais percamos a sensibilidade que nos é própria!

JOVENS - Vejamos também nós um mundo novo, sem guerras e sem divisões. Um novo milênio, sem exclusões e sem violência. Um novo século, sem as desigualdades que nos sepultam. Vejamos a dignidade humana, exaltada e respeitada! Um mundo não de classes, mas irmanado. A paz sorrindo para todos! Resplandeça esta Terra como Deus a criou: um chão bendito para todos!

CRIANÇAS - E que nosso Brasil seja pátria de todos, terra de irmãos, chão de igualdade e de justiça! Ricos e pobres, de mãos dadas! Crianças felizes, no lar e na escola, brincando e sorrindo, na pureza da vida! Que a Amazônia, nosso coração verde e extenso, riqueza de nossa pátria, tão agredida em nossos tempos, seja um chão de todos,  selva bendita de todos os seres criados, e que seus rios e mananciais sejam sempre canais de vida e de pulsação do amor pátrio.    

HOMENS - Sim, ó santa Mãe de Deus, volvei o vosso olhar sobre a nossa pátria, da qual sois padroeira, em tão feliz invocação! Um país  enfermo, bem sabeis! Nação de negros, de brancos, de índios e de todas as raças! De irmãos que sofrem a terrível desigualdade social, agora também sob tantas ameaças à vida, nas assim chamadas e tão infelizes “culturas de morte”. E eis que, diante de tantas ameaças, a insegurança se encontra em todos os caminhos.

MULHERES – Ouvi, pois, ó Mãe da viva esperança, ouvi o clamor de nosso povo. De irmãos que precisam de nosso gesto solidário, de nossa ajuda fraterna e de nosso respeito! Nação sim, de gente humilde e solidária, gente sofrida, que se acha hoje submetida a tantos poderes tiranos,  atirada à margem do progresso de nossa terra, porque insaciável é a fome dos poderosos.

JOVENS – Mas sabemos, ó Mãe tão amada, que, antes de nós, caminhastes também por estradas de cruz e, como discípula primeira de vosso Filho, chegastes, como ele, à glória do Pai. Que também nós, jovens da esperança, na mesma dinâmica do amor cristão façamos da vida uma páscoa constante e cheguemos assim à mesma glória de filhos de Deus. Nesta pequena saudação pascal, recebei, pois, também nossos louvores e nosso clamor de filhos queridos!

TODOS - Amém! Aleluia! Ao céu, nosso brado de louvor, de vida e de ressurreição! Aleluia! Aleluia!

João de Araújo

 

 

 

?!-- Start Footer Area --> João de Araújo - Louvação pascal a Maria