Pensamentos

Se a Humanidade não tivesse perdido o sentido de humanidade, muitos não teriam de lamentar, hoje, a catástrofe de Hiroshima, pois ela nasceu da vergonhosa insensibilidade humana.

♦♦♦

Pouco me adianta detestar o inferno de muitas vidas, se minha vida não lhes dá um pedacinho do céu.

♦♦♦

Serei mais útil a todos corrigindo meus defeitos, que exaltando as virtudes sem as praticar.

♦♦♦

Mais difícil que amar o próximo é viver a vida sem dele depender.

♦♦♦

Se queremos no coração uma paz verdadeira, rejeitemos a que o mundo nos dá, e aceitemos a que Cristo sempre nos oferece e nos deixou (Cf. Jo 14,27). A paz de Cristo está sempre no coração de Deus.

♦♦♦

A Deus pouco importa quantos anos eu vivi. O importante para Ele é que eu saiba ter vivido.

♦♦♦

Se as lágrimas pelo justo pouco duram, não te assustes se elas não marcarem presença no velório de um mesquinho.

♦♦♦

Só falta ao vaidoso uma vaidade: pretender que a própria vaidade o admire.

♦♦♦

A principal razão da dignidade humana consiste na vocação do ser humano para Deus. Se alguém não crê nessa vocação, pequena deve ver sua própria dignidade humana.

♦♦♦

Se queres ser amigo dos animais ferozes, sê prudente, mas teme-os menos. Se queres tornar os homens menos brutos, acredita neles e ama-os mais.

♦♦♦

Perguntou-me um ateu se eu acreditava em Deus. Disse-lhe que sim, porém estava muito atrasado em crer, pois, antes mesmo de eu existir, Deus já acreditava em mim.

♦♦♦

Dizem que todos os caminhos levam a Roma. Ao Céu, acredito, só leva o caminho do amor.

♦♦♦

Para mim só existe uma guerra legítima: a que se faz contra toda guerra.

♦♦♦

Perguntei a uma pessoa o que ela pensava de Deus e de si mesma. Ela me disse que, realmente, ainda não havia pensado nada. Não fiquei surpreso. Só queria confirmar o que eu mais ou menos já sabia.

♦♦♦

A segurança de um prédio é seu alicerce. O que o torna bonito é a sua fachada. Aquele pode ser orgulhoso. Esta pode ser só externa. Melhor, pois, é ser o tijolo escondido.

♦♦♦

Não tenho respostas para muitas perguntas, mas tenho perguntas para muitas respostas.

♦♦♦

Não queiras ser humilde, afirmando que não és ninguém. Procura ser o que Deus quer que sejas, e serás realmente humilde.

 

♦♦♦

 É conhecida a fábula de Esopo, que diz: “Mais vale um pássaro na mão do que dois voando”, o que tem justificado muitas atitudes em histórias populares. Por causa de meu sentimento cristão e ecológico, prefiro dizer: “Mais vale um pássaro voando do que dois nas mãos”.

 ♦♦♦

 FAKE NEWS

Se me fosse possível voltar no tempo vinte e sete séculos atrás, eu iria à Grécia e perguntaria a Esopo (um escravo, gago, corcunda e muito feio) o que ele entenderia por FAKE NEWS. Certamente, ele não me diria nada, mas me tomaria pelas mãos e me levaria a um açougue. Lá me mostraria uma língua maior que as outras e me diria: “Quando a língua que deu a notícia é do tamanho desta, maior que a boca, então a notícia é FAKE. Se, porém, a língua falante é normal, então a notícia é verdadeira, ou FATO, como vão chamar depois. Eu voltaria pensativo, porque nós passamos vinte e sete séculos sem saber o que é FAKE NEWS.

 ♦♦♦

IMITANDO SÃO JOSÉ

 

Estive pensando: se nós, pais comuns, fôssemos como São José, o mundo seria melhor. Explico: São José era só pai adotivo, e foi o único homem na Terra a assumir a função de "Pai" no lugar de Deus, o que jamais repetirá. Para imitá-lo, porém, seria necessário: a) - Pensar muito mais do que pensamos e falar menos, dando lugar ao silêncio em nossa vida. (A Bíblia não registrou nenhuma palavra de São José. Conclusão minha: seu silêncio foi tão eloquente que dispensou qualquer palavra dele) - b) - Ver a esposa como "flor de Deus", como José viu, amou e respeitou Maria - c) - Ser visitado em sonho por anjo, sem nunca ter pedido isso a Deus - d) - Acreditar literalmente no que o anjo diz e pôr em prática, já à noite, ou bem cedinho. Etc., etc.. Se assim procedêssemos, a História dos séculos futuros iria registrar certamente: “No século XXI havia muitos justos na Terra”.

 

 

João de Araújo


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este site é um pequeno serviço à formação litúrgica de comunidades cristãs.
Seu autor pode esclarecer pequenas dúvidas sobre a Liturgia.
Sinta-se à vontade para entrar em Contato.
João de Araújo - Pensamentos